Boulder Sintra

ESCALADA DE BLOCO NO PARQUE SINTRA / CASCAIS: FOTOS + TOPO + INFO + NOTÍCIAS

Sintra Sessions 2019 Abril 10, 2019

Aqui fica um resumo das várias sessões de bloco desta temporada, com muitas aberturas à mistura e aquele fanatismo que já vem sendo habitual!!
Boas escaladas!! Paz, amizade e respeito

André Papa a provar o “Nosferatu” – 7c+, bloco rijo e com poucas repetições no sector Dinossauros, Malveira.

Investidas no “Aplatossauros”, um projecto de aplats no mesmo sector que tem visto alguns avanços.

Igna a dar uns pegues num projecto curto e explosivo do sector Satã Satã.

Miguel Esteban a resolver um novo 7a do mesmo sector.

Gabriel Tropia de passagem por Sintra a experimentar o “Narcisista” – 7b+, bloco da moda no Campo Base.

Rasta na nova saída pela esquerda do “Muralha da Conchinchina” – 6c+, bloco clássico do sector El Dorado.

Miguel à procura do ouro no “El Dorado”, um dos projectos mais antigos da serra.

Revisita à zona da Selva Amarela, com o Papa a decifrar o diedro e a levar o excelente “Livro da Selva” – 6c+.

Macau a provar o mega projecto do sector.  Um dos vários highballs que existem por ali…

Passagem pela Estrada Proibida, com a Ana Ferraria a limpar o “Dead Hang” – 6b+.

Papa a tentar a travessia para a direita, que ainda segue projecto.

Entre S. Pedro e Sta. Eufémica também houve muita acção nesta temporada. Aqui Edgar no fantástico “Viagem Astral” – 6c+.

Revisitámos o sector do Monte Sereno (Blackwoods) para abrir mais umas linhas. Aqui Ana Ferraria na variante do “Chapada no Bairro”, que deve dar um 6b+.

Ana Patrícia a espremer a saída do mesmo bloco.

Vi nas suas explorações!

Macau no encadene da excelente aresta “Gandahar” – 6c+/7a, aberta esta temporada.

Abertura também desta estética e grande aresta na parte de cima do sector.

Miguel Esteban a desfrutar da nova linha, “Palaquetas” – 6c+(7a cs).

Macau de volta ao projecto do Castelo, 6 anos depois de ter sido descoberto e limpo, sem que nunca tivesse sido provado…

Desta vez, com uma turminha fanática fomos dar uns pegues a esta pérola de Sintra. Aqui Pena no 2º lance.

Trata-se de um movimento dinâmico tipo ponto-morto (deadpoint) para um buraco aplatado, onde a precisão é crucial.

Depois de aguentar é resolver uma secção morfológica pela esquerda e fazer um mantle no topo super mental, não fosses esquecer que estás a uns 5-6 metros de altura com uma queda algo exposta.

Papa a provar o “Dilema”, um projecto descoberto pelo Macau na zona de Sta Eufémia.

Macau no “Pérola Negra”, um projecto antigo no Vale das Acácias.

No monte do lado direito do Vale das Acácias abrimos este paredão. Apesar da altura e má aterragem, as presas até são boas! Rita no “Unhas de Porcelana” – 6b.

Macau na dobragem do mesmo bloco.

Na Meca um dos blocos que mais tem sido assediado esta temporada é o “Princípio da Incerteza” – 7b. Aqui Xico Ataíde no passo crux do bloco.

Passagem também pelo recôndito sector Blairwitch Woods para desfrutar de alguns clássicos. Aqui André Papa a provar o “Assusta mas não custa” – 6a+.

Miguel a tentar o “Elite Motel” – 7b, linha mais à direita no mesmo bloco.

Tarde mágica pela Peninha com Rita Silva no “666 o Diabo Vive” – 6c+.

Macau no clássico “Kalashnikov” – 7c.

Anúncios
 

Últimas Incursões Agosto 3, 2011

Filed under: Peninha,Selva Amarela — Ricardo Alves @ 2:10 pm

Seguem-se mais aberturas no novo sector da Selva Amarela, onde as últimas incursões exploratórias originaram vários blocos fáceis interessantes e um ou outro mais durito! Aqui fica um lamiré…

Rita Silva a encadear um 6a aberto pelo Miguel Tobias. (© Ricardo Alves)

Macau num bloco com formações muito peculiares, na onda do 6b+. (©Rita Silva)

Rita Silva a provar o ''Aponta e Mola'' – 6b+. (© Ricardo Alves)

Bib’s aka Bifanas na fabulosa aresta ''Mão Pesada'', proposta de 7a+ do Macau. (© Ricardo Alves)

Macau a experimentar o mega projecto aberto no sector. (© Rita Silva)

Kung-fu Teresa num novo bloco que abriram na parte de baixo do sector.

João na saída delicada de uma das linhas.

Miguel Tobias no mesmo bloco.

.
Saltamos agora para a Peninha, onde também tem havido diversas incursões exploratórias. Uma delas trata-se da aresta bastante extraprumada e evidente, que fica no outro lado da estrada em frente ao Kalash!

Edgar a provar os primeiros passos desta linha titânica. (© Ricardo Alves)

.
Outra, trata-se da linha que arranca pelo ”666 o Diabo Vive”, mas deriva para esquerda por umas pequenas crimps. Recordo que esta linha começou por ser provada pelo Leo há uns meses atrás e seguia projecto desde então…

Pena num bom pegue, a cair já muito perto da saída. (© Ricardo Alves)

e Macau a conseguir o 1º encadene da linha a flash. Tendo-a baptizado de ''Diabo na Cruz'', proposta de 7a+ (© João Agostinho)

.
Por último, deixo aqui um foto do ”Gripless” – 7b e outra do ”Trapézio” – 7c para matar saudades! 🙂

Edgar num dos vários bons pegues que deu ao ''Gripless'', a conseguir agarrar o aplat superior. Falta o pé-à-mão e está feito! (© Ricardo Alves)

Logo à esquerda do ''Gripless'' temos o ''Trapézio'', que partilha a mesma saída, mas tem uma entrada à Cirque du Soleil! Pena foi lá tirar as teias de aranha… (© Ricardo Alves)

 

Festival de Blocos Junho 24, 2011

Filed under: Albarrasintra,Estrada Proibida,Monge,Selva Amarela — Ricardo Alves @ 3:06 pm

O Verão marca o arranque da época santa dos festivais! Um crescente número de festivais invade o País de Norte a Sul e durante vários meses é fácil cair na tentação de te transformares num clássico festivaleiro e arranjares desculpas baratas para não ir escalar! Para combater isso, em Sintra inventámos uma coisa que é o FB (não, não é o Facebook), mas sim um Festival de Blocos. No Verão, sistematicamente, aparecem novas áreas/sectores para abrir, não se sabe bem porquê. Foi Albarrasintra em 2007, Tapada em 2008, Penedo em 2009, Monte da Lua em 2010 e em 2011… temos o Monge e a Selva Amarela.

Começo então pela zona do Monge que já inclui 2 sectores com cerca de 15 linhas cada. O 1º sector ainda sem nome, tem 2 grandes high-balls num granito escuro compacto com vários projectos duros e alguns blocos mais fáceis num granito claro salpicado por buracos aplatados. Aqui ficam as 1ª fotos deste sector:

Ex-Rasta em estado quase xamânico no ''Xamã'' – 6c+ (CS). (© Ricardo Alves)

O crux do bloco é apanhar a pequena bolacha da aresta com precisão. (© Ricardo Alves)

Macau a provar um high-ball do sector, do qual saíram 4 projectos. (© Rita Silva)

.
O outro sector, fica muito perto de um antigo e pouco conhecido bloco, o ”Tolos do Monge” – 7b (que é muito bom por sinal!) e foram abertas diversas placas altas, num granito branco repleto de pequenas fissuras e régletes.

A única foto ainda possível do sector, só para dar uma ideia da rocha e do local… (© Ricardo Alves)

.
A outra zona descoberta pelo Macau, fica na parte Norte do monte da Pedra Amarela e engloba um grande caos de blocos escondidos pela alta vegetação. Ainda é cedo para estimar a quantidade de linhas que a área vai dar, mas abundam high-balls!!!

Cuca a resolver a 1ª linha do sector, baptizada de ''Livro da Selva'' – 6c+. Um diedro alto e muito técnico, com pés em aderência e mãos numa fissura/aresta roma. (© Ricardo Alves)

.
Outra das novidades quentes deste Verão é o novo tecto, o ”Tecto Falso”, perto da Estrada Proibida, um duro projecto que tem animado os locais!

Macau, que parece estar a recuperar forma, tendo recentemente feito o FA do ''Mátir'' - 7b (Estrada Proibida) e o ''Crematório'' - 7b (Meca), a apertar nos movimentos de saída do tecto. (© Rita Silva)

Na verdade, é um tecto que não é tecto, pois os passos mais duros são na placa de saída, após apanhar a pequena carica de mão direita e o resto é incerto… (© Rita Silva)

.
Para terminar, dou conta do encadene do projecto da entrada da Meca pelo Nico e apesar de não ser a versão mais baixa possível do bloco (CS), já ronda o oitavo grau. Este bloco andou a ser bastante assediado pelo Bruno ”Dr.Plim” Ferreira e esteve-lhe muito perto de sair antes de migrar para a Califórnia. Mas como diz o ditado, quem foi ao ar perdeu o lugar! 🙂

Nico Orantin nos duros movimentos de compressão do ''Incha'', nova proposta de 8a da Serra de Sintra. (© Ricardo Alves)