Boulder Sintra

ESCALADA DE BLOCO NO PARQUE SINTRA / CASCAIS: FOTOS + TOPO + INFO + NOTÍCIAS

Sintra Sessions 2019 Abril 10, 2019

Aqui fica um resumo das várias sessões de bloco desta temporada, com muitas aberturas à mistura e aquele fanatismo que já vem sendo habitual!!
Boas escaladas!! Paz, amizade e respeito

André Papa a provar o “Nosferatu” – 7c+, bloco rijo e com poucas repetições no sector Dinossauros, Malveira.

Investidas no “Aplatossauros”, um projecto de aplats no mesmo sector que tem visto alguns avanços.

Igna a dar uns pegues num projecto curto e explosivo do sector Satã Satã.

Miguel Esteban a resolver um novo 7a do mesmo sector.

Gabriel Tropia de passagem por Sintra a experimentar o “Narcisista” – 7b+, bloco da moda no Campo Base.

Rasta na nova saída pela esquerda do “Muralha da Conchinchina” – 6c+, bloco clássico do sector El Dorado.

Miguel à procura do ouro no “El Dorado”, um dos projectos mais antigos da serra.

Revisita à zona da Selva Amarela, com o Papa a decifrar o diedro e a levar o excelente “Livro da Selva” – 6c+.

Macau a provar o mega projecto do sector.  Um dos vários highballs que existem por ali…

Passagem pela Estrada Proibida, com a Ana Ferraria a limpar o “Dead Hang” – 6b+.

Papa a tentar a travessia para a direita, que ainda segue projecto.

Entre S. Pedro e Sta. Eufémica também houve muita acção nesta temporada. Aqui Edgar no fantástico “Viagem Astral” – 6c+.

Revisitámos o sector do Monte Sereno (Blackwoods) para abrir mais umas linhas. Aqui Ana Ferraria na variante do “Chapada no Bairro”, que deve dar um 6b+.

Ana Patrícia a espremer a saída do mesmo bloco.

Vi nas suas explorações!

Macau no encadene da excelente aresta “Gandahar” – 6c+/7a, aberta esta temporada.

Abertura também desta estética e grande aresta na parte de cima do sector.

Miguel Esteban a desfrutar da nova linha, “Palaquetas” – 6c+(7a cs).

Macau de volta ao projecto do Castelo, 6 anos depois de ter sido descoberto e limpo, sem que nunca tivesse sido provado…

Desta vez, com uma turminha fanática fomos dar uns pegues a esta pérola de Sintra. Aqui Pena no 2º lance.

Trata-se de um movimento dinâmico tipo ponto-morto (deadpoint) para um buraco aplatado, onde a precisão é crucial.

Depois de aguentar é resolver uma secção morfológica pela esquerda e fazer um mantle no topo super mental, não fosses esquecer que estás a uns 5-6 metros de altura com uma queda algo exposta.

Papa a provar o “Dilema”, um projecto descoberto pelo Macau na zona de Sta Eufémia.

Macau no “Pérola Negra”, um projecto antigo no Vale das Acácias.

No monte do lado direito do Vale das Acácias abrimos este paredão. Apesar da altura e má aterragem, as presas até são boas! Rita no “Unhas de Porcelana” – 6b.

Macau na dobragem do mesmo bloco.

Na Meca um dos blocos que mais tem sido assediado esta temporada é o “Princípio da Incerteza” – 7b. Aqui Xico Ataíde no passo crux do bloco.

Passagem também pelo recôndito sector Blairwitch Woods para desfrutar de alguns clássicos. Aqui André Papa a provar o “Assusta mas não custa” – 6a+.

Miguel a tentar o “Elite Motel” – 7b, linha mais à direita no mesmo bloco.

Tarde mágica pela Peninha com Rita Silva no “666 o Diabo Vive” – 6c+.

Macau no clássico “Kalashnikov” – 7c.

Anúncios
 

Altos Picos, a descoberta Novembro 28, 2018

Filed under: Albarrasintra,Altos Picos,Monte da Lua,Peninha,Tapada — Ricardo Alves @ 11:58 am

Com a descoberta de uma nova zona que dá pelo nome de “Altos Picos”, não há dúvida que a serra continua a crescer e a surpreender!

A zona conta já com umas 40 linhas abertas ao longo dos seus vários picos carregados de blocos. Há alguns projectos futuristas e um bom punhado de linhas de boa qualidade.

Aqui fica um cheirinho do sector, bem como do que se tem feito ultimamente!

Altos Picos. Alta Vista. Alto Astral

A descoberta e exploração desta nova zona deve-se a este moço, Frederico Gimenez. Aqui na saída do “Mato Grosso” – 6b.

Xico Rodrigues no “Alto Astral”, excelente bloco a saber a 6c.

Ana Ferraria na mesma linha, a levar o redpoint.

A baba crew: baba Baba, baba Teles e baba Xiao Lin Lin, no final de mais uma sessão nos Altos Picos

Siga p o fortaleza. Sigam-me, eu sei o caminho…

Xiao Lin Lin a levar o FA do “Beta Filosofal”, bloco fértil em discussões de alfas e betas. Proposta de 7b+.

Outro 7b+, o “Le Grand Méchant”, encadeado em 2017 pelo Edouard de Nijs. Ainda sem repetições…

Xiao Lin a fazer a 2ª repetição do “Macacos Me Mordam” – 7b+, também no Fortaleza.

Destaque também para o FA do “Cubo”. Projecto antigo da Tapada que recebe agora o carimbo de 7c.

Ana Patrícia a serrar o dente no “Serrote”, Monte da Lua

Papa André a serrar o dente no “Brocas” – 7b.

David Teles no mesmo bloco, também a serrar o dente!

Desbravando o caminho até ao “Aparição” para matar saudades nesta pérola Sintrense.

Visita ao sector da Ermida na Peninha, para fazer uma passagem no “Grand Voyage” – 7a+ e abertura de “Royo Bom” – 6c+ à esquerda.

Na zona de Sta Eufémia, Macau abre o “Dilema” e “Falso Grip”. Seguem projecto!

Vale das Acácias também com várias aberturas, como este “Pneu-mático”, um lance de 6c/c+ difícil de ficar.

ou este fenomenal “Muro das Lamentações” – 6c, descoberto pelo Macau.

Dois novos projectos a dar muita luta. Papa a tentar desvendar os movimentos do “Linha de Corte”.

Miguel, recém chegado do Brasil, perto de resolver o projecto da esquerda, mas a arejada saída a travar o festejo.

Miguel a levar para casa um dos melhores de Sintra, o “Mito” – 7c.

 

Início de ano por Sintra Fevereiro 15, 2018

Filed under: Estrada Proibida,Malveira,Tapada — Ricardo Alves @ 6:15 pm

Revisitámos o bloco do Cocas na Estrada Proibida que contém umas 5 linhas de boa qualidade.

Macau a dar um pegue no “Separação Virtual” – 6c+ (© Rita Silva)

Roger no passito do “Footlose” – 6c

 . . .

Na zona do Templo fomos redescobrir o “Camiño del Espacio”, um 6c perdido no tempo e que agora mais soube a 7a! Cuca a resolvê-lo ao fim de uns bons pegues.

Papa André a dar o máximo no mesmo bloco!

Ana a crimpar forte no “Banana Milkshake” – 6b+ (CS)

Outro bloco fora do circuito turístico é o bloco da Lagoa Azul. Aqui Katia a provar o excelente “Caça Gambozinos” – 6b+ (CS)

Rita no Katana Wall a provar o “Reggae” – 6b

Rita na saída do mesmo bloco

Papa a trabalhar o clássico “Tio Patinas” – 7b/b+

Nas Vivendas surgem novas linhas, aqui com David Teles a dar um pegue no “Bolacha da Avó”, proposta de 7a+ do Macau.

Digas no arranque explosivo do mesmo bloco.

A zona do Satã também tem sido palco de novas explorações e aberturas. A rocha aqui é de excelente qualidade! 😀

Rita a apertar no “Nivea” – 6b (CS), uma travessia antiga que ganhou um prolongamento!

Rasta no “Piloto Automático” – 7a, um bloco com uma dobragem durita (CS)

Outra vista do mesmo bloco, que se situa na parte de cima do Satã.

 

Aberturas de Verão Agosto 27, 2017

Filed under: Albarrasintra,Malveira,Peninha,Tapada — Ricardo Alves @ 10:55 am

O mês de Junho foi palco de algumas aberturas com especial destaque para os novos blocos encontrados na zona do Mito. A zona fica agora mais rica com um bom punhado de linhas fáceis e uma ou outra mais dura!

Aqui ficam umas fotos…

Gimenez a provar o “Ilusionista” – 6c+, uma linha poucas vezes repetida no grande bloco a caminho do Mito.

Papa André no seu achado junto ao bloco do Mito, de onde saíram várias linhas de 6º grau.

Teles a esmifrar as crimps do “Faro Canino” – 7a, outra das novas linhas na zona do Mito.

Saltando para a Peninha, num bom final de tarde com um ajuntamento de escaladores à volta do bloco do “TNT”.

Peninha com umas belas entradas de luz!

Uma final de tarde com um ambiente daqueles! A magia continua lá…

Um novo dia e uma pequena paragem na quinta do Xico para uma classe de agricultura biológica.

Um lugar acolhedor e com sabor a campo.

Os terroristas de quatro patas a fazer das suas.

Saltinho até à zona da Malveira para atacar a versão recta do Obélix, baptizado de “Ideiafix” – 7a+ CS. Papa já nos passos finais!

Xico no “Flash Mama”, um lance aberto pelo Macau, para o qual ainda não há consenso de grau.

Abertura de trincheira até ao bloco do Arca para matar saudades. Na foto, Gimenez no clássico “Arca de Noé” – 7b CS.

Teles a meter-se com o vizinho do lado, o “Bafo do Dragão” – 7a+.

Pena a conseguir a 1ª repetição do “Bope” – 7b+/c, linha aberta pelo Macau em 2008.

Pedro Alves no mesmo movimento.

Fica a faltar o arranque sentado que deverá elevar o grau para 7c/c+.

Um dos projectos que mais têm resistido ao passar dos anos é este “Pena Perpétua”.

Pena no passo duro de agarrar a pequena presa de ombro.

Ana Patrícia no highball “Duro só a Descer” – 6b, no sector Purgatório da Tapada.

 

Projectos abaixo e aberturas Junho 14, 2017

Filed under: Capuchos,Tapada,Vale das Acácias — Ricardo Alves @ 2:27 pm

Em Abril tivemos a visita do Francês Edouard de Nijs, que durante uma semana trocou a fina grés de Fontainebleau pelo duro granito sintrense! Não se deu mal, já que conseguiu resolver 3 bons projectos: O “Vietcong” – 7c no Vale das Acácias, o “Ditador” – 7b+ na Tapada e o “Le Grand Méchant” – 7b+ no sector Fortaleza. Aqui ficam umas imagens:

Edouard no lance super morfo do “Vietcong”.

Lance muito controlado e sem perder a mão esquerda. Apenas possível para quem tenha um envergadura de braços superior a 2m.

Depois do lance ainda é duro juntar as mãos em campus, seguindo-se uma saída fácil.

Papa a provar o “Afrikander”, projecto peculiar do Vale das Acácias a exigir melhores condições de grip.

Rita no sector Éden da Tapada, onde surge mais uma excelente linha, o “Abdominal Total” – 6b+. O arranque sentado a começar mais à direita ficou à volta do 7a+.

Rita e Júlia a darem pegues no bloco.

Uma foto do “Ditador” – 7b+ CS, bloco também morfológico resolvido pelo Edouard e pelo Macau.

Rita a trabalhar a “Travessia a lá Gardene” – 6c+, na Peninha.

Edgar a provar os passos do “Banana Fitness” – 7b/b+, nos Capuchos.

Macau no bloco do Spetsnaz, onde encaixou mais 2 novas linhas à direita: o “Casco Velho” e o “Pica Meninos”, ambas 6c+. (Foto André Krowas)

Markus a resolver o “Prepúcio F.” – 7b CS.

David a provar com o arranque à direita, quiçá um pouco mais duro.

Enquanto uns apertam, outros ficam a ver…

outros ficam a repousar…

e outros a brincar!

Voltando à acção com a malta a acartar troncos para nivelar a base do “Faqueiro”.

Filho de peixe sabe nadar… 😀

Depois da obra feita, lá fomos dar uns pegues ao “Faqueiro” – 7b+. Um boulder de bloqueio que ainda não viu muitas repetições.

 

Boulder Night Sessions Novembro 18, 2016

Filed under: Albarrasintra,Malveira,Tapada,Vale das Acácias — Ricardo Alves @ 6:23 pm

Com a chegada da temporada e o fanatismo de volta à serra, sucedem-se as sessões de bloco um pouco por todo o lado! As BNS estão ao rubro… e os encadenes também!!

Aqui ficam as imagens:

bouldersintranov16_002

Caminho de acesso ao sector Fortaleza.

bouldersintranov16_004

Não há maior liberdade que brincar ao ar livre!

bouldersintranov16_013

Papandré a dar um pegue ao “Baba Crimp” – 6c+ CS, uma das pérolas do Fortaleza.

bouldersintranov16_019

Rocha da melhor qualidade, aqui a surgir uma das presas do duro “Beta Filosofal” que ainda permanece projecto.

bouldersintranov16_020

Os Braquiossauros andam aí…

bouldersintranov16_021

Susana a apertar no “Pocahontas” – 6a CS.

bouldersintranov16_029

Macau nos passos de entrada do excelente “Macacos me Mordam” – 7b+ CS.

bouldersintranov16_032

Pibe enfurecido a dar uns pegues ao “Talismã” – Proj.

bouldersintranov16_051

BNS no sector Dinossauros para conquistar o “Bife na Pedra”.

bouldersintranov16_053

e David Teles e Márinho a levarem o “Bife na Pedra” – 7b CS para casa!

bouldersintranov16_055

Igna a tirar as medidas ao “Estravaganza” – 7b+ CS.

bouldersintranov16_061

Pibe no mesmo bloco com cara de quem está a apertar! 😀

bouldersintranov16_048

De passagem pelo sector Campo Base para fugir à chuva. Aqui Edyta a sacar o “Coco Cheio” – 6b+.

bouldersintranov16_068

Xico a passear-se pela desequilibrante aresta do “Lapakanta” – 6b como se nada fosse.

bouldersintranov16_072

Pena a resolver um dos passos do duríssimo projecto do Campo Base, o “Indomavél”.

bouldersintranov16_041

Fomos ao Vale das Acácias a curtir uns blocos do sector Dna Teresa. Aqui Xico no arranque do 6a mais duro de Sintra e que dá nome ao sector.

bouldersintranov16_042

Macau a rever o passos do “Moca” – 6c+.

bouldersintranov16_080

De volta à Meca, numa night session fanática!

bouldersintranov16_082

O Baba com a sua coleira psicadélica, sempre atento às movimentações do pessoal e claro… comida mal guardada!

bouldersintranov16_091

Ana muito fanática de volta do “Cromeleque” – 7a CS. Tá quase…

bouldersintranov16_096

Digas a apaparicar o seu projecto do momento, o “Menir” – 7c+.

bouldersintranov16_099

Mas as condições não estavam as melhores para este cadene.

bouldersintranov16_101

Teles a provar o “Dolmen”, bloco técnico e de grande tensão corporal que ainda não tinha visto muitas repetições.

bouldersintranov16_104

Agora com um novo beta do Macau que pode baixar o grau de 7b+ para 7b. Aqui Edgatas no passo de chegar à crimp.

 

A Demanda do Santo Graal Outubro 10, 2016

Filed under: Tapada — Ricardo Alves @ 10:20 pm

Há anos que se vasculha a Serra de Sintra em busca das linhas perfeitas. Já muitas pérolas foram encontradas, mas reside sempre a sensação que algo mais está por descobrir. (In)felizmente os caminhos da procura são cada vez mais intrincados e Sintra só se deixa revelar quando o instinto se sobrepõe ao juízo. Certo que não é uma tarefa fácil, mas quando a recompensa é grande, valem a pena todas as horas investidas na demanda do Santo Graal de Sintra! Prova disso é o sector Fortaleza, recentemente descoberto pelo Macau numa das suas incursões pela Tapada, que eleva a fasquia do bloco Sintrense em qualidade e dificuldade!!!

Aqui fica um lamiré do que o sector tem para oferecer…

sintra66jul16_39

Gimenez a provar os passos do duro “New Old Core” – 7a+ CS.  Pequeno bloco que conta com umas 5 linhas.

sintra66jul16_08

Rita Silva na parede de aquecimento a resolver o “Baba the First” – 6a CS. Esta face contém cerca de 7 linhas de V a 7a.

sintra66jul16_02

Um pouco à direita temos o excelente “Baba Crimp” – 6c+ CS.

sintra66jul16_35

Sector envolto por uma vegetação exuberante.

sintra66jul16_25

Dando a volta ao bloco e passando por uma série de projectos, somos brindados com esta linha magnífica. Tem uma 1ª secção com um arranque forte num tecto.

sintra66jul16_14

Segue-se a dobragem técnica para as fissuras.

sintra66jul16_30

Depois é juntar mãos na última fissurinha e fazer um movimento largo e aleatório que só isolado pode valer o 7a+.

sintra66jul16_13

Linha baptizada de “Macacos me Mordam”, conta já com os encadenes do Macau e do Bjørn Lisager e para a qual se propõe 7b/b+.

sintra66oct16_53

Mas a grande linha do sector é sem dúvida este extraprumo a mais de 45º de rocha perfeita com presa, o “Talismã”!!

sintra66oct16_47

Talismã provém da palavra árabe طلسم Tilasm, e também da palavra grega Teleo que significa “consagrar”. O Talismã deve ser carregado com poderes mágicos pela pessoa que o cria. (Origem: Wikipédia)

sintra66oct16_50

A linha tem uma 1ª secção de escalada explosiva em réglets. Inédito em Sintra!! 🙂

sintra66oct16_52

Depois segue-se um lance inumano e uma saída com uma dobragem muito dura e técnica. Ao todo mais de 15 movimentos sublimes ao maior nível!